Revista Boat Shopping - Lanchas Barcos Veleiros Yachts Jet Ski Náutica

Azimut 50: Uma lancha feita para os padrões nacionais

Descrever a nova Azimut 50 não é uma tarefa simples. O barco derivado do modelo anterior (Azimut 48) não cresceu somente de tamanho, mas também teve um projeto totalmente novo desenvolvido pela equipe de design

Boat teste Azimut 50 - boat shopping

Descrever a nova Azimut 50 não é uma tarefa simples. O barco derivado do modelo anterior (Azimut 48) não cresceu somente de tamanho, mas também teve um projeto totalmente novo desenvolvido pela equipe de design da sede italiana do estaleiro. Desta maneira, o barco manteve algumas funcionalidades que caracterizam a marca e ganhou outras que mostraremos a seguir, deixando o barco com a cara do seu dono.

 

   

 

Subindo na plataforma de popa, a primeira mudança já pode ser notada: o espaço gourmet. A fábrica entendeu que o brasileiro se identifica mais com a popa do barco do que com o flybridge em si e, desta maneira, essa área ganhou uma atenção especial durante a mudança do projeto. A área gourmet está integrada ao desenho do barco e não pode ser notada num primeiro instante. Para complementar o espaço, a plataforma (1,30 x 3,55m) é submergível, o embarque do bote ou moto-aquática é feito sem esforços e tem capacidade para até 380 kg.

 

Boat teste Azimut 50 - boat shopping

 

A praça de popa é grande e tem o sofá centralizado, com entradas em ambos os lados. Nesse modelo em específico, o proprietário optou por deixar apenas uma entrada e do outro lado instalou uma geleira com um placa de gelo, aumentando o espaço de armazenamento frio. A mesa em frente ao sofá pode ser desmontada com facilidade, deixando o espaço maior nesse ambiente.

 

O salão do barco tem um layout bem resolvido, com um sofá em C no lado de boreste, que acomoda até seis pessoas com conforto. Logo à frente, um móvel para guardar pratos, talheres e copos para oito pessoas. A mesa central é dobrável e tem o acionamento elétrico com um simples toque de um botão, regulando a altura. Embaixo do sofá foi instalada uma cama de casal. Descendo a mesa até o seu limite, basta retirar a almofada e puxar a cama para fora. Dessa forma, o barco fica com pernoite para oito pessoas.

 

Boat teste Azimut 50 - boat shopping   Boat teste Azimut 50 - boat shopping

Boat teste Azimut 50 - boat shopping

 

O posto de comando é equipado com a melhor tecnologia disponível no mercado, com todos os equipamentos da marca Raymarine. Em frente a ele há uma dinete para quatro pessoas. Descendo as escadas estão a cozinha (completa de série) e o acesso para cabine máster, quartos e banheiro. Os dormitórios são do mesmo tamanho e o de boreste pode ser convertido em cama de casal através de trilhos. Um banheiro (1,99m) atende ambos os quartos e também é o toalete social do barco. A cabine máster (1,93m) tem banheiro completo (1,99m), cama reclinável com um baú embaixo, armários com luz de cortesia e gaiuta com blackout e tela mosquiteira.

 

Boat teste Azimut 50 - boat shopping

Desempenho na prática: A Azimut 50 cumpre o que promete?

A navegação da Azimut 50 foi o que é esperado de um barco construído pela marca. A tradição que o estaleiro tem, junto com a equipe de design, construiu um barco que está dentro da expectativa ao se tratar de uma Azimut.

 

Equipada com motores Cummins QSC 8.3 a diesel, com potencia máxima de 600 hp a 3000 rpm, a embarcação atingiu 31 nós de velocidade máxima. Excelente desempenho para uma parelha que empurra 21,2 toneladas sobre a água.

 

Boat teste Azimut 50 - boat shopping

 

Esta Azimut 50 estava equipado com joystick e bow trusther, o que facilitou manobrar o barco- que estava em uma vaga apertada a contra bordo do píer, na Marina Tedesco. Não houve nenhuma surpresa durante a operação. O raio de curva é longo e o proprietário deve ter atenção para manobras mais fechadas.

 

No geral, o conjunto se saiu muito bem nos quesitos que foi colocado à prova e, mesmo a motorização sendo Cummins, a manutenção não será um problema. Diversas empresas atendem a marca no Brasil e o próprio estaleiro, através de um sistema avançado de assistência técnica, garante a tranquilidade do usuário final.

 

Impressões ao navegar

O casco, convés, flybridge, a casaria e os demais pisos internos e grelhas estruturais são fabricados com a técnica de infusão. O gelcoat utilizado é o neopentílico-isoftálico e é aplicado com a pistola. O casco, o convés e as superestruturas utilizam PVC expandido para uma estrutura em sanduíche leve e resistente. As camadas internas do casco e das superestruturas são realizadas com resina DCPD. A laminação das camadas externas é feita com resina estervinílica, que garante maior resistência à osmose, evitando a marcação/print-through.

 

Neste ponto devemos salientar o empenho da equipe de design e construção em conceber um barco desenvolvido exclusivamente para o mercado brasileiro. Outro detalhe que vale a ser ressaltado são as três opções de configuração e o grill inserido no centro da mesa do flybridge.

 

O layout do barco está bem definido em todos os ambientes. O pé direito nas áreas comuns do barco é superior a 1,90m e isso transmite sensação de maior espaço para quem está a bordo. O flybridge é um dos maiores da categoria e o salão tem um sofá cama, com cama de casal, assim ele pode acomodar até oito pessoas para pernoite.

 

O acabamento adotado na unidade brasileira da Azimut segue o mesmo padrão da Itália. O mesmo processo feito na fábrica italiana é o utilizado no Brasil para manter a qualidade constante, com rigorosos padrões conferidos no final da construção. O consumidor final pode escolher entre três opções standards e algumas opcionais para deixar o barco do jeito que pretende.

 

Os motores Cummins QSC 8.3 de 600 HPs levaram o conjunto de 21,2 toneladas a números dentro do padrão para um barco de 50 pés. A posição de pilotagem  tanto do flybridge quanto do posto de comando dentro salão estão ergonomicamente posicionadas e a instrumentação da Raymarine, que é de série, garante muita segurança na hora de planejar a viagem.

 

O barco é equipado com um cilindro tipo SEAFIRE (gás utilizado: FM-200) na sala de máquinas para descarga local (manual ou automática) e contextual desligamento dos motores, geradores, exaustores, além do corte de combustível para essa área. Toda a parte elétrica está dentro das normas nacionais e internacionais. A Azimut exporta barcos para todos os continentes e isso mostra que estão adequados a diversas legislações.

 

O desempenho do barco é bom e isso, mais uma vez, mostra o cuidado que a equipe teve em criar esse novo modelo. Nada fica a dever para os demais em sua classe. A navegação foi realizada com o mar calmo, em Balneário Camboriú, SC, e, cortando a própria esteira, não houve impactos ou solavancos durante a navegação.

 

Tudo o que a Azimut fez nesse modelo tem o seu preço. O estaleiro oferece três opções de pacotes: Advanced, Deluxe e Premium. O modelo testado é com o pacote Deluxe e sai completo de fábrica. O preço para o consumidor final é de R$ 3.900.000,00.

 

Melhor uso: A Azimut 50 é um barco na medida para você?

A marca teve um longo período para colocar a casa em ordem e entender o gosto do brasileiro, e parece que isso começou a surtir efeito entre o final do ano passado e começo desse ano. O estaleiro mudou de lugar e conta com excelentes profissionais entre sua diretoria, inclusive trouxeram uma pessoa da Itália somente para cuidar do pós venda, que ainda é um problema no mercado nacional.

 

Boat teste Azimut 50 - boat shopping

 

A Azimut 50 é para a família aproveitar bons momentos a bordo e isso fica claro em todos os ambientes que foram desenvolvidos justamente pensando nesse propósito. A Azimut ainda permite o proprietário realizar pequenas mudanças que se adaptem ao seu estilo de uso.

 

Um barco de 50 pés tem seus benefícios e custos e, na Azimut, não é diferente. Muitos detalhes deixam o modelo em um patamar diferenciado e, se for fator decisivo na opção de escolha, é um barco que deve ser observado com atenção.

 

Comments

comments

Review overview