Saiba mais sobre o Boat Teste do GT 26

Boat teste gt 26 - boat shopping (6)

O estaleiro GT Boats é pouco conhecido pelo mercado, pois seus proprietários, os irmãos Álvaro e Alberto Guidotti, entraram não faz muito tempo no segmento e preferem oferecer produtos diferenciados com produção limitada. Tanto que o seu barco de estreia, a GT 26, merece atenção: um walk around multiuso, valente e muito bem construído. Após diversos testes, cinco barcos já construídos navegando por Paraty e Ubatuba, eles resolveram contar em detalhes para nós como ele foi desenvolvido e mostrar como ele se comporta na água.

Boat teste gt 26 - boat shopping (6)Boat teste gt 26 - boat shopping (6)

Passamos um fim de semana navegando em duas versões da GT 26 e o resultado foi surpreendente. Trata-se de um casco de 26 pés valente, pois ele foi concebido para navegar em mares difíceis. Frequentadores desde da infância da ponta da Joatinga, em Paraty (RJ), os irmãos Guidotti resolveram construir um barco realmente resistente e com conceitos tecnológicos de construção avançados, que fosse capaz de cruzar com segurança águas como as da Joatinga. Com base neste conceito nasceu a GT Boats.

Boat teste gt 26 - boat shopping (6)Boat teste gt 26 - boat shopping (6)

E o barco inicial, a GT 26, foi criada para ser uma lancha multiuso, ou seja, para passeios diurnos, pesca, mergulho e serviço. Por isso ela tem soluções criativas para atender a todos. Para a versão de passeio, por exemplo, ela tem uma mesa que se transforma em solário na popa e mais um solário na proa. Na de pesca, ela tem porta caniços, caixa para peixes e espaço para armazenar as varas. Para o mergulho, ela tem duas aberturas na popa, que facilitam o embarque e desembarque do mergulhador, muito espaço para os cilindros, equipamentos e tudo mais que for necessário. E, finalmente, na versão de serviço, ela pode vir de fábrica toda aberta. O estaleiro conseguiu essa versatilidade graças ao seu molde, desenvolvido para ser montado por sessões.

Boat teste gt 26 - boat shopping (6)Boat teste gt 26 - boat shopping (6)Boat teste gt 26 - boat shopping (6)

Nesse teste, tivemos a oportunidade de fazer um comparativo muito interessante, entre um barco com uma parelha de E-Tec 130 hp e outro com um motor E-Tec de 250 hp navegando exatamente na ponta da Joatinga. Os barcos se comportaram muito bem, cortando as ondas facilmente, com ótima retomada e estabilidade nas curvas, sem adernar demais e respingar. Mostrou que, independentemente da opção de uso do futuro proprietário, a lancha tem tudo para deixar os entusiastas de center console com mais uma excelente opção para o que der e vier.

Desempenho na prática: A GT 26 cumpre o que promete?

Equipados com um ou dois motores, os barcos testados apresentaram resultados muito semelhantes. Cortam bem as ondas, com segurança e com excelente desempenho. A GT 26 com a parelha de E-TEC 130 apresentou números satisfatórios, com regime de cruzeiro na faixa dos 22 nós com consumo aproximado de 39 litros hora. Já o outro barco equipado com um motor E-TEC de 250 hp, mostrou uma boa velocidade de cruzeiro, na casa dos 19 nós, consumindo apenas 35L/h. Ou seja, a lancha cumpre o que promete nas duas motorizações.

boat teste gt 26 - boat shopping

Um dos pontos fortes da lancha. Alberto é engenheiro e estudou a fundo cada processo para entregar o melhor. O convés e costado são em sanduíche com núcleo em espuma de PVC Airex/ Divinicell D80. Espelho de popa com núcleo em Airex PCX D380 reforçado. Laminação manual em Gelcoat Isoftálico e barreira Ester Viní­lica, Resina Isoftálica, tecidos de fibra de vidro, tipo Double Bias acoplado, gramatura dos tecidos de acordo com o local de aplicação e esforços previstos. Casco em laminado maciço com anteparas estruturais transversais e longarinas. Estrutura do convés integrada ao casco através de colagem PU estrutural.

Além de ser um barco novo, a GT 26 traz conceitos diferenciados, inovadores, no design de Fernando de Almeida e na construção da GT Boats. O molde seccionado permite configurar e posteriormente customizar mais facilmente a lancha para o uso do futuro proprietário. O casco com spray rail invertido faz a água retornar para a superfície do mar. Além disso, o design é simples e eficiente, como mostra o conforto do banheiro, incomum em um barco center console deste tamanho. 

Por se tratar de um barco walk around multiuso, bem diferente dos modelos do segmento existentes no mercado, o conforto fica por conta dos dois solários que podem ser feitos no bancos de popa e proa e pela boa altura do banheiro, que permite o uso sem nenhuma restrição.

O estaleiro não poupou ao usar os melhores materiais, além de cuidados no acabamento que vão desde um simples EVA protegendo as áreas de maior impacto, a cores vibrantes no sofás, que deram mais vida ao barco.

O teste foi realizado em duas situações distintas e realmente colocamos o barco a prova. Ao cruzarmos a ponta da Joatinga pudemos sentir o bom desempenho do casco com “V” profundo, que corta muito bem as ondas, sem batidas ou solavancos, mesmo em alta velocidade em mar adverso. Já nas águas calmas da baia de Paraty, ele se mostrou muito estável e rápido, sob o controle do piloto.

 

Neste quesito, a GT 26 supera até os critérios segurança mais exigentes. Ela foi concebida para ter um casco insubmergível, que não entra água, pois é totalmente vedado. Ainda por cima conta com mais 600 litros de espuma de polietileno de célula fechada na popa, que suplanta o peso do motor e contrabalanceia caso o barco comece a fazer água.

O preço da GT 26 fica dentro do esperado para um barco que apresenta tantos diferenciais. A GT 26 com dois Evinrude Etec DPX/DCX de 130 hp à gasolina e equipamentos de série custa a partir de R$ 205 mil. A GT 26 com um Evinrude Etec DPX de 250 hp à gasolina e equipamentos de série, sai a partir de R$ 190 mil.

O desempenho do barco agradou em todos os sentidos. É uma lancha segura, estável, navegadora e muito boa para um passeio diurno com a família e amigos, bem como excelente para uma boa pescaria e até encarar mar grosso. Com cruzeiro na casa das 22 nós, ela tem autonomia suficiente para atender os mais exigentes. O números mostram um conjunto muito bem acertado para o que se propõe.

O melhor uso: A GT 26 é uma lancha na medida pra você?

Boat teste gt 26 - boat shopping (6)

Estilo diferenciado, moderna, navegadora e muito bem construída, a GT 26 é uma lancha ideal para quem gosta de um barco rápido e eficiente, que navegue em regiões de mar mais complicado e dispensa uma cabine, mas não um banheiro. É homologada para oito, mas atende bem uma família de até seis pessoas para passeios de bate-volta, pescarias e mergulho. O preço é satisfatório e você pode customizar a lancha com ênfase para o seu uso.