Revista Boat Shopping - Lanchas Barcos Veleiros Yachts Jet Ski Náutica

Gerador: item essencial para o seu barco

Item essencial para o seu barco O gerador marítimo se tornou um acessório fundamental em uma embarcação, afinal, é ele quem vai garantir o conforto de ter equipamentos eletrônicos ligados a bordo, principalmente o ar condicionado Para

Item essencial para o seu barco

O gerador marítimo se tornou um acessório fundamental em uma embarcação, afinal, é ele quem vai garantir o conforto de ter equipamentos eletrônicos ligados a bordo, principalmente o ar condicionado

Para instalar um gerador numa embarcação é necessário que ela atenda alguns pré-requisitos, como possuir uma cabine (para funcionar o ar condicionado) e um porão (onde será instalado o equipamento). Geralmente, são barcos a partir dos 28 pés.

Outro item, e talvez o mais importante para a escolha do gerador ideal, é saber quais serão os equipamentos elétricos que o barco possuirá e quais deles serão ligados simultaneamente. “O proprietário poder ter um barco de 30 pés e colocar uma quantidade tão grande de equipamentos elétricos, como micro-ondas, churrasqueira, fogão etc, que para ligar tudo, vai precisar de um gerador maior”, disse Wlamir Fernandes, diretor da Swell Marine, empresa fabricante de modelos nacionais para barcos entre 28 e 40 pés.

A empresa produz dois modelos de geradores monocilíndricos, o 4.0 D e o 7.0 D, especialmente viáveis para lanchas de pequeno porte, já que são mais leves e menores.

Com a alta do dólar, muitos acessórios importados de barcos tiveram aumento considerável de preço, como é o caso dos geradores marítimos. Uma alternativa bastante atraente é procurar modelos nacionais, que também atende todas as normas para o funcionamento de um equipamento náutico no porão de um barco.

Para saber o modelo ideal, deve-se calcular a potência consumida por todos os equipamentos a bordo, como geladeira, churrasqueira e micro-ondas

Para saber o modelo ideal, deve-se calcular a potência consumida por todos os equipamentos a bordo, como geladeira, churrasqueira e micro-ondas

Capacidade de carga

O modelo 4.0 D gera até 3.300 watts de potência em uso de pico e o 7.0 D gera até 6.300 watts, nas mesmas condições. Porém, como qualquer equipamento, é preciso calcular para trabalhar em uso contínuo com até 70% da capacidade. O restante é recomendado reservar para “disparar” (acionar) algum equipamento. “Por exemplo, um ar condicionado de 12 mil BTUs consome, aproximadamente 1.200 watts, mas toda vez que o compressor arma, ele atinge um pico de 2 mil watts ou mais”, detalhou Fernandes.

“E o importante, que muitos donos de barcos não levam em consideração: às vezes, há instalado no barco geladeira, iluminação de LED, bombas de porão e som que funcionam tudo com 12 volt. Porém, no momento em que há um carregador de bateria, ele assumirá o papel e puxará toda a carga do gerador. Nesse caso, não deve considerar nada do que seja 12 volts e tem que somar o consumo em cima dos carregadores”.

As lanchas modernas possuem uma grande quantidade de equipamentos elétricos a bordo (como fogão, micro-ondas e ar condicionado) que geralmente superarão a capacidade dos geradores menores, específicos para esses modelos. Nesse caso, para evitar um gerador de porte exagerado, é importante que o proprietário tenha cuidado de não usar todos ao mesmo tempo.

“Quando o cliente final me pergunta qual o tipo de gerador que deve instalar, eu quero saber o que ele pretende utilizar no barco. Se ele me disser que vai instalar uma churrasqueira elétrica, por exemplo, já recomendo o gerador maior, pois o menor não suportará a carga, independente do modelo do barco”, analisou Fernandes.

O consumo

Um gerador pequeno terá um consumo máximo de combustível de 1.4 litro/hora. Já o maior será de 2.7 litros/hora (ambos em regime máximo de funcionamento, que normalmente não se usa).

No entanto, o consumo está diretamente ligado à carga que há em cima. “Em um cálculo não aprofundado, se você estiver com 50% de carga, o consumo também será de 50%. E assim por diante”.

Churrasqueira elétrica é a grande "vilã" do consumo. Se seu barco possuir uma, o gerador tem que ser compatível

Churrasqueira elétrica é a grande “vilã” do consumo. Se seu barco possuir uma, o gerador tem que ser compatível

 O combustível

No Brasil, os geradores disponíveis são modelos para serem abastecidos apenas com diesel, enquanto em outros países há modelos à gasolina. E o motivo é, ao mesmo tempo, simples e constrangedor: a qualidade da gasolina brasileira, que não é pura (atualmente o percentual de etanol na gasolina é de 27%).

Para suprir essa necessidade no caso de barcos à gasolina, deve-se instalar um tanque a diesel sobressalente, ao lado do gerador, para alimentá-lo. Como o consumo é baixo, a autonomia será grande.

Um tanque extra de diesel para alimentar o gerador é uma saída eficaz para barcos a gasolina

Um tanque extra de diesel para alimentar o gerador é uma saída eficaz para barcos a gasolina

Manutenção

Para um equipamento sofisticado e específico como o gerador, é fundamental ter a manutenção sempre em dia. Além de não dar dor de cabeça, também não é algo trabalhoso de se fazer.

“A manutenção deve seguir o plano que há no manual. Normalmente são trocas de óleo, regulagem de válvulas, limpeza de filtro de óleo etc. Também alertamos para uma verificação frequente (de acordo com o uso que o proprietário faz do barco), uma checagem se as abraçadeiras estão apertadas, se as conexões estão ajustadas, aplicar um silicone… Tudo para aumentar a vida útil”, disse o fabricante. E seguindo todos esses passos, o seu equipamento deve durar, pelo menos, três mil horas de uso.

Ter o gerador sempre em dia com revisões e manutenções é garantia de bom funcionamento dos equipamentos. Não corra riscos!

Ter o gerador sempre em dia com revisões e manutenções é garantia de bom funcionamento dos equipamentos. Não corra riscos!

Isolamento acústico

Os geradores vêm com isolamento acústico de barulho e vibração. No caso dos modelos Swell, eles foram desenvolvidos especialmente com um material específico com tripla camada. São quatro coxins internos (que isolam a parte do motor da caixa) e quatro coxins externos (que bloqueiam a vibração para não passar para o barco).

É importante realizar um isolamento acústico no porão onde o gerador será instalado. Isso vai melhorar desde o conforto para navegar e servirá também para o gerador.

IMG_0824

Principais erros ao instalar um gerador

– Não calcular a potência máxima consumida por todos os equipamentos;

– Não respeitar as normas, layout e posicionamento dos componentes na instalação;

– Não realizar um tratamento acústico no porão onde o gerador será instalado;

– Ligar todos os equipamentos elétricos que há no barco sem se preocupar com a capacidade máxima do gerador.

Comments

comments

POST TAGS:
Review overview