Lürssen entrega superiate Flying Fox de 136 metros

Lurssen entrega um superiate Flying Fox de 136 metros-boatshopping

O Projeto Shu, superiate de 136 metros fabricado pelo estaleiro alemão Lürssen, foi entregue e renomeado Flying Fox. Agora, o 14º maior superiate do mundo, deixou a Alemanha com destino à Noruega, de acordo com dados do AIS. O nome Flying Fox já foi utilizado anteriormente por um superiate de 74 metros do estaleiro também alemão, Nobiskrug.

Com um exterior assinado por Espen Oeino e interiores de Mark Berryman, os principais recursos do iate incluem dois helipontos, capazes de abrigar grandes helicópteros. Outro destaque do Flying Fox é a grande piscina localizada na popa do deck principal. O superiate também possui grandes terraços.

Lurssen entrega um superiate Flying Fox de 136 metros-boatshopping

Estendendo-se através de uma boca de 20,5 metros, o iate já havia completado os testes no mar em março e maio de 2018. O design de interiores gira em torno de tons neutros e um interior calmo e espaçoso.

Lurssen entrega um superiate Flying Fox de 136 metros-boatshopping

Com uma estimativa de peso de 9.100 toneladas, o Flying Fox é o 14º maior iate do mundo.

Lurssen entrega um superiate Flying Fox de 136 metros-boatshopping

O iate que navegava com o nome de Flying Fox anteriormente foi um Nobiskrug de 74 metros entregue em 2010 com um esquema de cores similar ao Lürssen de 136 metros. Listado no mercado em 2017 pela Imperial Yachts, a mesma empresa que lidou com a construção do superiate da Lürssen, o iate foi vendido em novembro de 2017 e agora é conhecido como Dytan.

Lurssen entrega um superiate Flying Fox de 136 metros-boatshopping
Superiate Nobiskrug de 74 metros anteriormente conhecido como Flying Fox

A entrega do Flying Fox de 136 metros na Lurssen está à frente de uma série de entregas programadas pelo estaleiro alemão, que deve incluir o Projeto TIS de 111 metros e o Projeto Fiji de 95 metros, entre outros.

Comentários

Comentários